quarta-feira, 30 de julho de 2014

Faça seu próprio videogame caseiro!

A ideia do post é tanto discutir sobre como fazer a montagem de um videogame, quanto das possibilidades que se pode ter. Vamos partir do principio que um videogame consiste em um hardware muito parecido com um computador, ainda mais hoje em dia quando se discute até mesmo os processadores que equipam o Playstation 4 e Xbox One.



Partindo desse ponto, vamos pensar em montar uma máquina com um valor baixo que funcione da melhor maneira possível com emuladores. Nesse momento é interessante pensar que tipo de emulação você pretende fazer, afinal isso é algo importante para definir hardware. Eu por exemplo gosto de pensar em emulação até os 64 bits do Atari Jaguar e do Nintendo 64, e tudo antes disso, porque representa praticamente toda minha infância e o que eu gosto nos jogos.

Para esse tipo de emulação, uma configuração simples e barata é mais que o suficiente, como um Pentium 3 ou Pentium 4 com pelo menos 128 mb de memória Ram.



Esse Pentium 4 da imagem acima por exemplo foi encontrado a venda no mercado livre por 150 reais, no caso o processador possui 3.06 Ghz de potência, e 1 gb de Ram contando ainda com um HD de 80 gb. Isso é muito mais que suficiente para emular praticamente tudo antes do Playstation 2 com certa folga, mas se o preço incomoda, saiba que tem muita máquina dessas indo para o lixo.

Recomendo que ligue para lojas de informática de sua cidade e pergunte sobre máquinas antigas que estejam a venda, ou fique atento ao descarte dessas empresas. OLX, Bom Negócio e Mercado Livre são ótimos de garimpar também, se tiver a oportunidade de conseguir uma placa de vídeo como uma Geforce 5200 não deixe escapar, é do tipo de placa boa e bem barata, que seu amigo gamer de PC deve ter deixado jogado dentro de uma gaveta.




Sistemas Operacionais




Para fazer seu videogame, é importante pensar no tipo de sistema operacional a ser usado. No caso de optar por emular as gerações que sugeri (tudo antes do Playstation 2) as opções mais inteligentes são usar o Windows XP ou o Puppy Arcade.


No caso do Windows XP na modesta máquina que sugeri, aconselho que use essa versão Extreme Lite 2014 fornecido pelo excelente blog Raton Download no seguinte


link: http://www.ratondownload.com.br/2014/06/windows-xp-extreme-lite-2014.html

Se trata de uma versão modificada do Windows XP, muito mais leve, e sem um monte de tranqueira desnecessário, sendo recomendado para computadores com 128 mb de ram. Isso deixa muito mais hardware disponível para a emulação, quando se tem um sistema operacional mais simples.

Rox continua de pé e funcionando bem, desde 2005!
Caso seja do seu agrado, mude o template original para uma dessas centenas de opções que se encontra na internet, mas no meu caso, prefiro deixar o visual mais básico possível, nas opções avançadas do Sistema, ainda mantendo a ideia de manter a maior parte dos recursos do hardware para a emulação.



Para baixar os emuladores, ou vá direto ao link do Baixaki clicando AQUI ou tente a sorte no antigo e ainda bom Rox, um site antigo ainda de pé, com emuladores, roms e alguns tutoriais interessantes.



Tela inicial do Puppy Arcade 11, a versão mais atual


Caso você seja mais descolado e entendido, recomendo a distribuição Puppy Arcade, que é o Puppy Linux em uma versão para emulação. Interessante é que esse sistema não precisa nem ao menos de instalação, podendo rodar muito bem em live usb (direto do seu pendrive) ou ainda em um live CD. Em ambos os casos é interessante contar com mais memória ram, uma vez que o sistema operacional será carregado na mesma.

Tela de seleção das roms do Puppy Arcade
Para baixar o Puppy Arcade 11, clique AQUI ! O Puppy Arcade 11 roda os seguintes sistemas em sua configuração original: Amiga (500, 1000, 2000, CD32, CDTV), Apple (68k, 128k, 512k, SE, MacOS, Plus), Atari (400, 400 XL, 800, 800XL, 130XE, 5200, Falcon, Lynx, ST, others), Amstrad (CPC, Plus, VEB, others), Arcades (many), Colecovision, Commodore (64, 128, VIC20, PET, others), Doom, GameBoys (GB, GBC, GBA), GameGear, Genesis/MegaDrive, Intellivision, Master System, MS DOS, MSX, MSX2, N64, NDS, NeoGeo, NeoGeo Pocket, NeoGeo CD, NES/Famicom, PC Engine/TurboGrafix, PC-FX, PlayStation, ScummVM, SNES, Wonderswan, Virtual Boy, ZX Spectrum (16k, 48k, 128k, +2, +2A, +3).



Um breve momento de atenção, para o caso de estar disponível a suas mãos uma máquina mais potente, com mais de um núcleo ou com mais de 1gb de Ram, esqueça as opções anteriores e vá de Windows 7. Apesar da maioria dos usuários de Linux (assim como eu) torcerem o nariz para essa afirmação, o Seven sabe bem trabalhar com multi cores e com mais memória ram.



Para facilitar sua vida, fique com esse LINK de download de uma versão Lite do Windows 7 encontrado no já dito anteriormente Raton Downloads.


Emuladores e Rom's




Como já foi dito, as opções de download de emuladores são várias, como o próprio Baixaki e o Rox, mas uma das melhores opções para download é no Pirates Bay com esses torrents maravilhosos (like a Luis Roberto)  como dessa lista AQUI !

Talvez você prefira minerar os jogos a serem gravados em seu HD, e para isso busque dois tipos de lista, como lista dos melhores de cada console, e os desconhecidos de cada console como fez o incrível SHUGAMES em seu recente post de aniversário de 5 anos do blog, indicando 100 jogos desconhecidos para Super Nintendo que podem ser conferidos AQUI!

E segue mais uma dica, use o RetroArch!


RetroArch é um super emulador que concentra a emulação de vários sistemas e pode ser usado\instalado\conferido em vários sistemas como:


  • Linux (x86 and x86_64)
  • Windows (32bit/64bit)
  • Mac OSX (Intel)
  • Playstation 3 (PS3 SDK)
  • PlayStation Portable (PSP) [WIP]
  • Xbox 1 (XDK)
  • Xbox 360 (XeXDK/Libxenon)
  • Gamecube
  • Wii
  • Raspberry Pi
  • OpenPandora
  • Android
  • Blackberry (10/Playbook)
  • iOS

Note lá em cima que os sistemas Linux e Windows recebem versões para processadores x86 e x64, ou seja, é muita facilidade pra fazer funcionar praticamente todo sistema que valha a pena.

Joystick



É possível e bem fácil de se instalar controles USB no PC, sendo que todos os sistemas citados configuram-os automaticamente graças a função plug and play. Como dificilmente o gabinete contará com mais do que duas conexões, é interessante comprar um leitor de cartão para gabinetes para conseguir mais duas conexões.


Android Players